Agora é hora de liderar você

Agora é hora de liderar você

Você acordou de manhã e seus lembretes de agenda no Outlook não saltaram na tela do seu celular, o telefone não toca, os 270 e-mails não entraram e aquelas 15 pessoas te chamando no zoom, com a célebre frase “tem um minuto?”, também não estão lá.

Se, por um lado, aquele sentimento de pertencimento, de fazer parte de um time se esvaiu e o vazio bateu, por outro o sentimento de alívio se faz presente e de agora em diante você poderá dedicar 100% de seu tempo para você e seus projetos, sejam eles de recolocação ou de trabalhos independentes.

É importante que você se dê conta de não ficar preenchendo o vazio de não estar mais na antiga empresa com sentimentos de tristeza e atitudes que não te levarão adiante.

Aqui vão alguns aprendizados que tive ao longo da minha história de construção de uma vida nova e que podem te ajudar a encarar o que vem pela frente:

  • Meu amigo, não perca o que você tem pelo que você perdeu. Você perdeu o emprego, não sua capacidade de trabalhar, não perdeu seu conhecimento e suas habilidades adquiridas ao longo do caminho. Aquilo que você sabe, ainda está com você. Qual teu centro de força? Use.
  • Tudo pode ser tirado de um homem, menos a última das liberdades humanas que é o poder de escolha do comportamento frente as circunstâncias da vida (Frankl, Viktor) Se antes você era líder de outros, agora assuma a posição de líder de si mesmo. Conheço pessoas que ficam naquela de querer saber o que passa, o que está acontecendo, ficam se envolvendo com temas da antiga empresa e, por isto, sofrem. Tchê, de boa, mantenha os contatos, os amigos por perto, mas mantenha longe de ti o que acontece lá dentro pois isto não te diz mais respeito. Agora você tem assuntos mais importantes para tratar: VOCÊ!!
  • Troque o “por que eu?” pelo “por que não eu?” e você achou que estava seguro dentro da corporação, hein? Amigo, presta atenção: todas as posições de uma corporação são avaliadas diariamente e a manutenção da atual estrutura de pessoas é revistada a cada fechamento de quarter. Eu disse todas as posições, do VP até o promotor.
  • Pergunte-se sempre: o que estou prestes a fazer vai me ajudar ou vai me prejudicar? Esta pergunta te coloca no centro das decisões e vai te ajudar na escolha da postura a ser adotada. Para de ficar se comparando com quem ficou. É comum pensar “mas aquele um, aquela uma, ficou e eu fui”, esquece isto, vire a página e segue a vida. Deseja sorte e abençoe quem fica.
  • Procure orientação, estude, busque aprender aquilo em que ainda é falho.
  • Defina um objetivo para sua recolocação. Se for voltar ao mercado de trabalho, qual segmento gostaria de atuar? Se for empreender, bueno, aí sim, qual planejamento fará para colocar de pé este projeto?
  • É hora de acionar teus contatos. Quem, nas outras empresas, poderá te ajudar neste momento de transição com possíveis vagas e indicações?

Lembra de todo aquele amor e dedicação que tinha pela antiga empresa? Agora é hora de empregar eles em você.

Até o óbvio precisa ser dito.

Abraços

GG

Compartilhe este conteúdo
SOBRE O AUTOR
GIULIANO DESORDI

Giuliano Desordi é palestrante, administrador de empresas e treinador corporativo que traz para os palcos uma emocionante e impactante história de renascimento e superação.

VIDEO APRESENTAÇÃO
Reproduzir vídeo
ENTRE EM CONTATO

Sem papo de guru.
Aqui você vai encontrar somente experiências vividas na prática e que podem ser aplicadas diariamente na gestão de sua empresa.

Vamos desenvolver juntos a sua equipe? Aqui estão todas as formas que você tem para fazer contato.

Telefone

+55 (48) 99605 9047
+55 (48) 3246 5250

Ao informar meus dados, eu estou de acordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.